Quer trabalhar no Canadá? Saiba quais são as regras e o que fazer para tornar este sonho possível 8


Definitivamente, o país de território imenso também gera muitas oportunidades para quem procura estudar e trabalhar fora do Brasil. Graças aos programas que facilitam a entrada de estrangeiros no Canadá, medidas que se tornaram mais populares a partir do ano de 2010, a cada ano o número de brasileiros que quer trabalhar legalmente no Canadá tem crescido e com o novo programa de imigração Express Entry, em vigor a partir de 01 de janeiro de 2015, a procura tende a aumentar ainda mais.

Tudo bem, eu entendi. Mas o que fazer quando se quer trabalhar no Canadá?

Desde 01 de julho de 2014, o Study Permit possibilita que o estudante trabalhe enquanto faz College (cursos técnicos, vocacionais, certificados ou diplomas) ou cursa a universidade sem que necessite do Work Permit. A partir daí é possível trabalhar fora do Campus até 20 horas semanais se encaixando nas seguintes regras:

  1. Ter um Study Permit válido;
  2. Ser estudante tempo integral;
  3. Estar matriculado em uma escola da lista de Designated Learning Institution de nível superior (college ou universidade);
  4. Estar cursando um programa que lhe dará uma graduação seja ela um diploma ou certificado com no mínimo 6 meses de duração (6 meses ou mais).

Em alguns casos, programas acadêmicos exigem experiência de trabalho como parte do currículo isso é chamado Trabalhar em Co-op, outra forma de trabalho legal no Canadá.

Quem é recém-formado no Canadá tem direito a solicitar o visto de trabalho (Work Permit) dentro das regras do Programa de Permissão de Trabalho para Pós-Graduados, que não é necessariamente em cursos de pós-graduação, mas em cursos específicos diplomados. Esse programa permite ao estudante recém-formado ter uma experiência de trabalho em mercado canadense, e ainda se qualificar para poder obter residência no país através do programa Canadian Experience Class.

A modalidade de visto que permite estudo e trabalho no Canadá tem grande procura entre os brasileiros, mas, antes de qualquer coisa, é importante identificar seu perfil dentre as possibilidades oferecidas, se o interesse é imigrar então... São mais de 200 formas para conseguir o visto permanente por isso é importante se cercar de informações o quanto necessário. Outro ponto importante é lembrar que a modalidade de estudo e trabalho sofreram modificações. Por exemplo, trabalhar no Canadá enquanto faz intercâmbio (curso de línguas) - muito procurado por brasileiros - apenas (normalmente o inglês e o francês) devido a mudanças recentes não é mais possível.

Para os que procuram o primeiro emprego se tem graduação em alguma área específica o natural é que procure vagas de emprego nessas áreas, correto?

Aceitar propostas fora da área de formação é interessante aos que priorizam concorrer ao visto permanente. Vale lembrar que a empresa interessada em contratar estrangeiros deve comprovar ao escritório de imigração local a necessidade de sua mão-de-obra, ou seja não é tão simples.

O Programa Live-in Caregiver é outra opção bem vantajosa e interessante. É indicado para pessoas com qualificação para cuidar de crianças, pessoas idosas ou com dificuldades pessoais. Existem regras, como qualquer outro programa de imigração, mas os Live-in Caregivers são acolhidos na casa onde prestarão serviços, trabalhando onde moram, e isso pode poupar gastos ao estrangeiro participante do programa.

São muitas as categorias de imigração para o Canadá e esse é um passo a ser dado por quem se interessa em ter residência permanente no país para trabalhar legalmente. Diferente das opções anteriores, o processo de imigração tem muitas outras avaliações e tipos de processos detalhados e complexos para leigos. A contratação de uma assessoria que assista as necessidades do candidato pode ser considerada item de primeira necessidade no check list.

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Especialista em vistos e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. 

Fale direto com o autor - alexandre@vistoparaocanada.com.br

 


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

8 pensamentos em “Quer trabalhar no Canadá? Saiba quais são as regras e o que fazer para tornar este sonho possível