Tipos de Visto para o Canadá

Quais são os principais tipos de visto para o Canadá e como solicitar com segurança? 14


Escolher o tipo de visto certo para o propósito da viagem é o princípio básico para quem deseja ir para o país, mas você sabe qual é o ideal para o seu caso?

Não importa qual é o objetivo da sua viagem, para pisar em solo canadense é preciso ter um visto, seja para turismo, estudar, trabalhar ou simplesmente se o seu voo parar no Canadá por algumas horas.

Para saber um pouco mais sobre os tipos de visto que o consulado canadense exige dos brasileiros e tirar todas as suas dúvidas, elaboramos este post.

 

Então, quais os Tipos de Visto para o Canadá?

São vários. Vamos começar pelo visto de Residente Temporário. O próprio nome já diz, um visto para quem vai residir temporariamente no país. Os Vistos de Residentes Temporários se dividem em subcategorias, como iremos mostrar abaixo:

 

Visto de turismo para o Canadá

Este visto (V-1) é indicado para quem vai ao país conhecer ou visitar amigos e familiares, podendo ser uma única vez ou mais vezes (durante o prazo de validade do visto).

O que era visto de única entrada agora é de múltiplas entradas

Desde abril de 2014 o visto de única entrada foi extinto pelo governo canadense. Portanto, atualmente, todos os vistos são de múltiplas entradas. Contudo, será o oficial do consulado que poderá colocar uma restrição de única entrada, caso considere necessário. Isso é raríssimo de acontecer!

Além disso, quem tiver o visto de turismo, também pode ir ao Canadá para fazer cursos de até 24 semanas, participar de reuniões com empresas, congressos e outros eventos, enquanto o mesmo tiver validade. Quem define a subcategoria do visto é o consulado, de acordo com a documentação que você irá enviar para o objetivo da sua viagem.

 

Visto de estudante para o Canadá com duração até 24 semanas

Se o seu desejo for fazer intercâmbio no Canadá, seja cursos de idiomas ou qualquer outro com duração menor que 24 semanas, este é o seu visto, o (SX-1).

Juntamente com toda a documentação exigida, o consulado também pede uma carta de aceitação da escola, que deve ser anexada ao processo.

Este visto pode ter a validade de acordo com o tempo que perdurar o curso, ou até quando o passaporte for válido, depende do Consulado. E atenção, quem fizer curso de idiomas não pode trabalhar no Canadá, esta foi uma mudança adotada pelo país em 2014. Na verdade qualquer pessoa que tenha qualquer visto de residente temporário, seja ele de qualquer subcategoria, não pode trabalhar no país.

Somente em casos de cursos de graduação e pós-graduação trabalhar é permitido (até 20 horas semanais), mas nestes casos os cursos têm duração de mais de 24 semanas, então é necessário solicitar outro tipo de visto. Se o seu interesse é trabalhar enquanto estuda no Canadá, clique aqui.

Caso você seja um estudante de idiomas que deseja continuar no Canadá para fazer um curso superior, atualmente você pode solicitar o permissão de estudos. No entanto, esta prorrogação só é possível após uma nova análise da imigração local e não é recomendada, visto o percentual muito grande de recusas. Recomenda-se então que este tipo de solicitação seja feito fora do Canadá.

 

Visto de negócios para o Canadá

Se o seu objetivo for participar de conferências, eventos, visitar empresas ou ir como representante da empresa que você trabalha para alguma ação específica, com data para acabar, este é o visto que deve ser solicitado.

O B-1, o Visto de Negócios, exige comprovação em nome de alguma empresa, que tenha negócios no país ou que contratem serviços e/ou produtos de empresas canadenses. A intenção é provar que você não tem a intenção de procurar um trabalho no país.

Com o visto em mãos, você pode entrar e sair do país quantas vezes você quiser, claro enquanto o mesmo tiver validade.

 

Visto de Trânsito para o Canadá

Até mesmo para quem for viajar para outro país, mas o voo fizer escala (ou conexão) no Canadá é necessário o visto de trânsito VH-1. Ele permite que você permaneça no Canadá por até 48 horas. Quem tiver o visto pode transitar no país por este tempo, mas lembrando-se que o objetivo é fazer a conexão do seu voo com algum outro país. Sendo assim, para solicitá-lo é preciso oferecer informações detalhadas do itinerário da sua viagem.

Há muita dúvida para quem vai fazer um cruzeiro que passa pelo Canadá, por exemplo. Este visto de trânsito não serve para esta situação e o visto correto deverá ser o de turismo.

 

Validade e Permanência dos Vistos Canadenses

Tipos de Visto para o CanadáAntes de explicarmos um pouco mais sobre cada tipo de visto para o Canadá é importante você saber que os vistos canadenses nunca irão ter validade superior a do seu passaporte, ou seja se o seu documento for vencer daqui um ano, é este o prazo máximo que o consulado irá te conceder no visto.

Entretanto, isto não quer dizer que se você tiver o passaporte com validade de 10 anos, o seu visto também terá 10 anos. O consulado canadense avalia caso a caso, de acordo com o seu perfil e o objetivo da sua viagem. Quem dá o parecer final, é o oficial no consulado.

Sendo assim, é importante levar em consideração a data que vence o seu documento, antes de dar entrada no visto para não ser pego de surpresa.

Já a permanência dos vistos, isto é, tempo em que se pode ficar no país é determinado de acordo com o tipo de visto, porém sempre é o oficial na entrada do país o responsável por limitar (ou não) o tempo de permanência.

Continuando.... 

 

Permissões Canadenses

Além dos vistos citados acima, há alguns que são chamados de Permissões pelo governo canadense, mas como o brasileiro adora dar nomes diferentes aos bois, eles ficaram conhecidos aqui como vistos. Nestes casos são: o Visto Parent and Grand Parent (Super Visa); Permissão de Estudos - Study Permit e o Permissão de Trabalho - Work Permit.

Veja mais detalhes de cada um deles abaixo:

 

Study Permit - Permissão de Estudos - Vistos para estudar no Canadá por 24 semanas ou mais

Qualquer pessoa que vá estudar no Canadá por mais de 24 semanas, precisa dar entrada ao processo para este visto, seja para idiomas, high school, estudar em universidades ou colleges ou participar de programas específicos que incluem trabalho e estudo.

Entretanto, não é porque você tem este visto que já está autorizado a estudar e trabalhar no Canadá, como já dissemos anteriormente, mas vale ressaltar, quem faz apenas curso de idiomas não tem esta permissão.

Já os estudantes de graduação ou pós-graduação já tem garantido o direito de trabalhar por até 20 horas semanais sem precisar ter o visto de trabalho.

Se a pessoa irá apenas estudar deve dar entrada no visto S-1, já no caso de trabalho e estudo o código é SW-1

 

Visto Parent and Grand Parent – Super Visa

O PG-1 - Super Visa se destina a pais e avós de pessoas que moram no Canadá e tenham cidadania ou residência permanente no país. A diferença entre este tipo de visto e o de turismo é que nestes casos o solicitante pode ficar até 2 anos no país, ininterruptamente, sem ter que renovar a documentação, mas sempre lembrando que o visto também tem a validade do passaporte.

Agora que o nosso passaporte passou a ter validade de 10 anos, é provável que a pessoa que solicitá-lo assim que tiver renovado o passaporte tenha o visto concedido por 10 anos, mas não dá pra afirmar com 100% de certeza. Lembramos sempre que a decisão final é sempre do oficial no consulado.

Para solicitar o Super Visa é preciso seguir algumas regras:

  1. Ser pais ou avós de quem está no Canadá (cidadão ou residente permanente);
  2. Ter uma carta do filho ou neto que garanta que eles tenham condições mínimas para manter os país e avós no Canadá, prometendo oferecer este auxílio;
  3. Ter um convênio médico canadense (assistência à saúde), QUE SEJA ACEITO PELA IMIGRAÇÃO CANADENSE, por no mínimo 1 ano para oferecer cobertura enquanto estiver no Canadá;
  4. Realizar exames médicos exigidos pela imigração.

 

Permissão de Trabalho para o Canadá - Work Permit - Visto de Trabalho

O visto de trabalho para o Canadá depende de uma série de fatores e isto deve ser levado em consideração na hora de solicitar o documento para que você não tenha problemas quando estiver no país.

Quem for trabalhar em uma empresa canadense, já com oferta de emprego (com LMIA); Working Holiday Visa; ou no caso de ser bolsista de algum curso de pós-graduação, recebendo algum tipo de remuneração ou ainda em casos de cursos que tenham na grade curricular a exigência de estágio ou trainnee, deve dar entrada com este pedido de visto.

No caso de convite a trabalho ou estudo é preciso ter uma carta da instituição de ensino ou da empresa com todas as informações sobre a vaga.

Quer saber mais sobre visto de trabalho para o Canadá? Clique Aqui

 

Dúvidas?

Agora que você já sabe um pouco sobre cada tipo de visto solicitado para quem deseja ir para o Canadá, basta dar entrada na documentação. Caso ainda tenha alguma dúvida, nos mande uma mensagem. Será um prazer responder.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe de cór e salteado todos os Tipos de Visto para o Canadá. Especialista em vistos!

Fale direto com o autor no alexandre@vistoparaocanada.com.br

 


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

14 thoughts on “Quais são os principais tipos de visto para o Canadá e como solicitar com segurança?