Primavera no Canadá, as vantagens de conhecer o país entre março e abril


Cidades como Toronto, Vancouver, Montreal e Québec ficam especialmente bonitas entre março e abril na chegada da primavera no Canadá. 

Poucos países conseguem ser interessantes independente da estação climática do ano. A primavera no Canadá é uma das melhores épocas para visitar o país, que possui o clima bem definido e agrada àqueles que não pretendem ser surpreendidos por mudanças drásticas na temperatura em uma simples viagem de férias ou para quem escolhe fazer intercâmbio.

Você deve estar se perguntando o que há de tão especial na primavera no Canadá. Essa resposta não cabe em uma frase, pois a transição entre o inverno e a primavera faz o país florescer, inclusive metaforicamente. As pessoas passam a caminhar mais pelas ruas, as agendas de eventos e festivais ficam movimentadas e os figurinos mais leves parecem deixar as pessoas mais dispostas e alegres.

Em qualquer estação do ano, as riquezas naturais do Canadá chamam atenção. As aclamadas paisagens do inverno canadense são um deleite para os turistas, que além de fazer belas fotos, lotam as estações de esqui e pistas de patinação em busca das aventuras no gelo. No outono, as folhas que caem das árvores e favorecem o cenário bucólico e deslumbrante também atraem milhares de turistas. No verão os dias parecem ser mais longos, dá para curtir as praias até por volta das 21h, os festivais de verão reúnem música, tradição e muita arte nos parques e espaços públicos e as reservas naturais oferecem pacotes com passeios, prática de esportes de aventura e recreação para as crianças.

 

Primavera no Canadá, quais as vantagens e atrações?

Em meses considerados de baixa temporada, a viagem durante a primavera canadense tem grandes chances de ser mais em conta. Planejando e comprando as passagens com antecedência, os custos podem ser menores, inclusive em se tratando de intercâmbio no Canadá para estudar idiomas, pois fugir do fluxo de setembro (início do ano letivo) abre campo para promoções nas agências e nas escolas, para quem quer fazer intercâmbio por conta própria.

 

Temperaturas na primavera no Canadá

É importante mencionar que a despedida do inverno não necessariamente faz o frio abandonar o Canadá, obviamente, em comparação com as temperaturas brasileiras.

Cidades mais visitadas do país como Toronto, Vancouver, Montreal e Québec podem surpreender aos desavisados pelas temperaturas. Em Toronto, os termômetros variam entre 1°C e 10°. Na francófona Quebec, a máxima não passa dos 7° e a primavera de Vancouver atingem amenos 14°.

Em muitos estados brasileiros, essas temperaturas merecem casacos, botas e toucas, mas no Canadá a transformação da paisagem inclui o abandono das roupas, botas para neve e a possibilidade de receber raios solares no rosto [coisas um tanto mais difíceis de se fazer nos seis meses anteriores].

 

O que fazer na primavera canadense

Em Toronto a florada nos canteiros e parques da cidade abre a cartela de cores que alegra aos visitantes e quem mora na região. É uma ótima oportunidade para caminhar pelas ruas. Difícil falar na primavera no Canadá sem mencionar as cerejeiras (Cherry Blossoms) no High Park. A florada acontece entre abril e maio e dura, aproximadamente, sete dias, motivo pelo qual a lotação do parque acontece. Para quem está de férias no Canadá o melhor é aproveitar um piquenique e a caminhada no High Park em dias de semana.

Se fala tanto em Cherry Blossoms por elas, na verdade, serem uma marca da primavera em Toronto. Os caminhos de cerejeiras fazem parte da cidade, entre os mais conhecidos está o da Universidade de Toronto.

Segundo números oficiais do site da cidade de Toronto, mais de dois milhões de visitas foram contabilizadas desde o início do evento Doors Open, onde igrejas e prédios históricos têm as portas abertas para visitação do grande público. Este ano, a data prevista é entre 28 e 29 de maio. Vale a pena pesquisar o evento em outras cidades para aproveitar ainda mais.

Como não poderia ser diferente, a primavera em Quebec é lindíssima. Lugares como Montreal atraem visitantes que gostam das temperaturas mais frias e de acompanhar a transição entre o inverno e a primavera com chuva, vento e neve, chamada de Sprinter.

Uma das marcas das regiões que produzem o maple syrup é a Le temps de sucres, época da extração da seiva do bordô, que acontece na primavera. A ótima pedida é sentar em um dos restaurantes que servem pratos regados a maple e se deliciar ao típico estilo canadense. Dá também para garantir um estoque do xarope para outras ocasiões.

As flores são realmente festejadas em Montreal. Os mercados, como Le Marché Atwater, recebem barraquinhas que vendem grande variedade de flores e produtos frescos. O passeio rende boas compras nas famosas lojas de queijo, vinhos e de produtores locais.

Uma prova da alegria que é a primavera em Montreal são os Balançoires Musicales, uma intervenção artística formada por balanços que soltam notas musicais de acordo com o movimento. Localizados no centro da cidade, os balanços são instalados no mês de abril, mês onde a primavera é mais quente.

Enquanto as Cherry Bossoms são marcas em Toronto, as macieiras merecem até passeios organizados para contemplar a floração e a colheita das frutas em piqueniques nos parques por aqui.

Falando em parques, o Parc Jean-Drapeau recebe shows de vários estilos musicais, festivais de arte, competições esportivas e muitas outras atrações na chegada da primavera até o verão. O circuito de Fórmula 1 abre a partir de abril para a visitação do público e oferece muitas  atividades antes da corrida acontecer. O complexo aquático abre em maio e fica aberto até à 19h com suas piscinas públicas e instalações para esportes e para as crianças.Os parques de Montreal, assim como de outras cidades canadenses, se preparam para receber famílias inteiras, eventos como casamentos e alguns, inclusive, disponibilizam espaços para a realização de reuniões empresariais.

As ciclovias são tomadas quando as temperaturas ficam mais agradáveis. Nos passeios de bicicleta a exploração da cidade fica bem divertida. Pedalar pela extensão do La piste cyclabe du canal de Lachine é estar inserido na cena primaveril de Montreal.

A primavera em Vancouver abre as praias e os passeios pelas ilhas. Entre as principais atrações estão o Cherry Blossom Festival, que, além de reverenciar a beleza das flores, reúne atividades para todas as idades e reverencia a cultura oriental. Também é tempo de Sakura e essa iluminação deslumbrante pode ser vista gratuitamente em lugares igualmente bonitos, como o Queen Elizabeth Park; As visitas nas praias English Bay (e toda a região de West End) , Kitsilano Beatch e Jerico Beach são obrigatórias, assim como a observação de baleias na região de Vancouver e Vancouver Island. A temporada começa em abril e vai até outubro.

Para quem vai ultrapassar as fronteiras da cidade, a dica é marcar presença no impressionante festival das tulipas, em Agassiz, a 1h30 de Vancouver, assim como pegar a balsa e ir até Victoria visitar o Butchart Gardens. São passeios inesquecíveis.

Se por um lado alguns custos da viagem podem ser menores, o maior fluxo de pessoas nas ruas dispostas a sentar nas mesinhas dos terraços dos bares e restaurantes e os eventos e festivais que atraem mais visitantes fazem os preços subirem em muitos estabelecimentos da cidade, por isso, esteja atento e corra atrás das chances de economizar no Canadá, como cupons de descontos, por exemplo. Com o e-book 99 atividades e atrações Grátis no Canadá as chances de economizar são ainda maiores.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe Tudo sobre o Canadá. Quer saber mais?

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br

 


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >