Canadá anuncia mudanças no visto canadense de estudante 14


As aplicações processadas a partir de 14 de julho serão impactadas pelas mudanças no visto canadense de estudante, mas isso não é para todos os casos

Muita gente levou um susto com o anúncio oficial das mudanças no visto canadense de estudante, mas, na realidade, o que mudou foi o processamento nas aplicações para o visto de quem vai fazer o Pathway, um tipo de programa de estudo canadense.

 

Quem será impactado nas mudanças no visto canadense de estudante?

As pessoas que planejam estudar no Canadá num programa de College ou ingresso em uma universidade, mas ainda não atingiram o nível de idioma (inglês ou francês) exigido pela escola tem a possibilidade de fazer um curso de idiomas no Canadá com o objetivo de ingressar no curso superior, antes do início das aulas. A esse tipo de programa se dá o nome de Pathway.

Especificamente para esses programas, o estudante aplicava para o visto canadense de estudante (aquele que dá a permissão de estudo atrelada à permissão de trabalho), mas com o Pathway o estudante não pode trabalhar enquanto estuda inglês no país. O cônjuge já recebia a permissão de trabalho para poder trabalhar no Canadá enquanto acompanhava o estudante, desde que o estudante já estivesse no College. Esses direitos não sofreram mudança, mas o processamento sim.

 

Sendo assim, qual a mudança no visto canadense de estudante para o Pathway?

Para as aplicações realizadas a partir do dia 14 de julho, o processamento para o visto de estudante com permissão de trabalho sofreu uma mudança significativa. O estudante que vai ingressar no Pathway deverá aplicar para o visto canadense de turista  para realizar o curso de idioma pré-requisito no programa de estudo da universidade ou college, desde que esse curso tenha a duração de até 24 semanas. Mesmo assim, a regra de imigração diz que é possível já solicitar o Study Permit, vai depender de uma análise do perfil e objetivo. A diferença é que seria válido pelo período do curso de idioma em princípio, devendo ser renovado posteriormente.

Para os casos em que o curso de idiomas ultrapasse esse período, a aplicação deve ser para o visto canadense de estudante, o Study Permit. Todo esse trâmite é feito ainda no Brasil.

A regra se estende ao cônjuge, que antes tinha a permissão de trabalho processada já na solicitação do visto do estudante. Dessa nova forma, o acompanhante viaja ao Canadá também com o visto canadense de turista e não mais com o Work Permit.

O Study Permit, para quem vai fazer o Pathway, só poderá ser solicitado após o término do curso de idiomas e se o estudante atingir a nota de corte exigida pela universidade ou College canadense. Três pontos são importantes nessa mudança:

  • Essa será uma segunda e nova aplicação de visto, sendo necessário pagamento de taxa e reapresentação de documentos e recursos suficientes para arcar com o curso e estadia no Canadá;
  • É quase certo que o estudante estará no Canadá para fazê-la;
  • O cônjuge também aplicará para o visto canadense de trabalho, ou Work Permit, nessa segunda etapa.

Como ficou o visto canadense depois disso?

No primeiro momento pode assustar, mas toda aquela preparação para solicitar o visto canadense de estudante continua a mesma, ainda que o anteceda ao visto para visitar o Canadá. Inclusive, no momento da aplicação do visto de turista o solicitante deve informar que vai fazer o Pathway e descrever sua futura trajetória acadêmica no Canadá, citando as escolas, a duração dos cursos, apresentando as cartas de aceitação (da escola de inglês ou francês e do college/universidade) e recursos financeiros para pagar o curso e se manter no país, assim como a pretensão de incluir o cônjuge na nova solicitação de visto com permissão de trabalho.

O estudante fica então impossibilitado de aplicar para ambos os cursos de uma vez só estando ainda no Brasil.

Segundo o informado em nota da Imigração, o que o Governo do Canadá pretende com essas mudanças no visto canadense de estudante é impedir que pessoas que não atinjam as exigências da instituição de ensino fiquem no Canadá com uma permissão de estudo e de trabalho, ou que estejam com esses documentos ainda na fase do curso de idioma, evitando assim, que estrangeiros trabalhem ilegalmente no país por um período.

A maior desvantagem dessas mudanças no visto canadense de estudante para quem vai fazer o Pathway é o aumento nas despesas, outro ônus aparente é o risco que se corre numa segunda aplicação de visto, com exposição a prazos de processamento, apresentação de documentos, preenchimento de formulários e comprovações de vínculo e recursos financeiros.

É importante que o estudante se atente ao prazo para o processamento do visto canadense para não perder o direito de ficar legalmente no Canadá e assim prejudicar a nova aplicação.

Para as aplicações processadas até o dia 13/07/2016 nada mudou.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre o Canada e vai fazer você apaixonar-se pelo país, caso já não esteja!

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

14 pensamentos em “Canadá anuncia mudanças no visto canadense de estudante

  • Joao

    Boa tarde! estou indo para BC estudar e minha esposa e filha (14 anos) irão me acompanhar. Apliquei para um Study Permit para mim (já estou com a Letter of Acceptance), Open Work Permit para minha esposa, e Visitor Visa para minha filha. Entretanto recebi uma mensagem em minha solicitação informando que minha filha por estar em idade escolar precisa de um Study Permit! Como faço? Primeiro que eu nao tenho Letter of Acceptance para ela, e segundo que o formulario IMM1294 exige dados de emprego!
    obrigado desde já!

  • Karina

    como fica a situação dos filhos que vão acompanhando quem vai fazer curso de inglês? Somos somente eu e minha filha menor de idade, não posso deixa-la sozinha no Brasil e ir fazer o curso de inglês, assim como tb não posso deixa-la ai sem estudar …. eita que agora complicou, como fica?