Mitos do mercado de TI no Canadá 5


Trabalhar com Tecnologia da Informação é estar próximo de uma linguagem mundial. O profissional especialista é procurado por empresas em todo o mundo, mas cada mercado tem suas características que rendem mitos. É fato que profissões ligadas ao mercado de TI no Canadá estão com alta demanda, as empresas nesse segmento estão crescendo, outras estão querendo internalizar seus processos e buscam profissionais qualificados.

Com essa alta demanda, aumentam proporcionalmente os comentários de que é muito fácil conseguir emprego na área de TI, mas quando se trata de trabalhar no Canadá, a coisa muda de figura para os estrangeiros, principalmente quando são brasileiros. Será mesmo? E o que era para ser informação prática, vira mito e outros muitos mitos que afastam os profissionais do foco de conseguir um emprego ou imigrar para o Canadá.

 

Como derrubar os principais mitos sobre o mercado de TI no Canadá

Não tenho experiência canadense - É muito fácil encontrar pessoas nessas condições. Ter estudado ou trabalhado fora do país é um privilégio que não é para todos. Quem trabalha com TI sabe o valor do conhecimento e de se aperfeiçoar nesse mercado e isso conta, e muito, na hora de concorrer a uma vaga que corresponda a sua competência.

Autodidatismo é muito comum no mercado de TI, assim como trabalhar para mais de uma empresa ao mesmo tempo, ou passar por muitas empresas. Isso, aliado também ao talento e as certificações, se converte em profissionais qualificados para concorrer com alta competência a várias vagas de trabalho no Canadá.

 

Vou aceitar qualquer emprego, pois sou imigrante – A confiança é uma das principais características para conseguir um emprego no Canadá, e na área de TI não é diferente. Esse tópico, que praticamente complementa o anterior, é muito importante, pois demonstra uma das principais diferenças entre o perfil do empregador brasileiro e canadense. A ideia de “começar de baixo”, ignorando suas experiências anteriores que te levaram a ser contratado, por ter chegado agora na empresa não é um padrão canadense. Não se trata de soberba, mas de justiça a seu conhecimento. As relações de trabalho no Canadá são pautadas pelas aptidões profissionais.

Obviamente, o candidato precisa comprovar suas experiências anteriores, suas capacidades e perspectivas com aquele emprego durante o processo seletivo, mas toda a contratação representa um risco para empresa e isso será diluído selecionando o profissional certo que tem a expertise para aquela vaga. E ele deve receber a remuneração correspondente para isso.

 

Quanto mais generalista, melhor. Vou me dar bem no Canadá – Claro que conhecimento é excelente. Não queremos nos contradizer. Mas, o mercado de TI no Canadá preza pelo especialista, pelo profissional que faça jus aos certificados que coloca no currículo. Saber programar, desenvolver, ter habilidades técnicas, claro que demostra a capacidade intelectual do candidato, mas essas aptidões, além de ser comprovadas, precisam garantir a execução bem sucedida dos projetos. O generalista pode ser eficiente, mas o especialista é eficaz e é isso que a empresa canadense procura.

 

Imigrante brasileiro nunca chegará ao posto de gerente - Esse é um ponto polêmico não só para o mercado de TI canadense. Há pessoas que relatam que existe preconceito com imigrante, há outras que negam veementemente. Mas o fato é que, basta andar pelas empresas canadenses para ver a diversidade em todos os cargos.

Mais uma vez, a competência e a autoconfiança são características vitais que embasam o sucesso profissional no Canadá. Os postos de gerência e liderança exigem mais do candidato e um dos requisitos essenciais é a fluência no inglês, ou francês, ou ainda outros idiomas quando se trata de qualquer imigrante.

Assim como em outras partes do mundo, o trabalhador brasileiro é bem visto pela dedicação e força de trabalho, apesar disso não ser divulgado oficialmente. A diferença do mercado canadense é que as oportunidades de prosperar na carreira são consistentes e não promessas.

 

O mercado “tá bombando”, meu emprego está garantido – Realmente o mercado de TI está em alta no Canadá. Técnicos, engenheiros e programadores estão sendo procurados pelas empresas, mas o que se espera desses candidatos é um desempenho acima da média, porque essa área é um diferencial competitivo para muitas empresas, e isso nada tem a ver com a nacionalidade, os canadenses são igualmente exigidos.

O que o imigrante deve se atentar é na proficiência do idioma para que isso não seja um empecilho no desempenho profissional e no relacionamento com colegas de trabalho e clientes.

Procurar um emprego no Canadá estando ainda no Brasil é muito válido, mas o candidato precisa ter em mente que estar realmente disponível para partir rumo ao Canadá o quanto antes é primordial para não deixar a vaga escorrer por entre os dedos pela demora em se apresentar no processo seletivo presencial.

Estar com o passaporte em dia, currículos organizados e traduzidos para o inglês, ou francês, investir muito no estudo do idioma, ter o contato de um despachante de visto canadense confiável, organizar os documentos pessoais, acadêmicos e profissionais. Essas providências devem fazer parte do seu planejamento.

As diferenças na rotina de trabalho brasileira e canadense são muitas e quem quer conseguir um emprego no Canadá deve se desdobrar em pesquisas, indo dos cargos e especializações até saber como é o currículo canadense, para não pagar mico e acabar assustando os recrutadores.

Outra dica é ter sempre em mente que inglês avançado no Brasil é um pouco diferente do que se entende no Canadá. O IELTS é fundamental para fins de imigração, mas não é requisito para o mercado de trabalho. Durante o processo seletivo seu nível no idioma será testado, assim como seus conhecimentos de acordo com a vaga.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre o Canadá >>>

Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br

 


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

5 pensamentos em “Mitos do mercado de TI no Canadá