Intercâmbio no Canadá

Intercâmbio no Canadá – Por que os Estados Unidos e a Inglaterra ficaram para trás na preferência dos brasileiros?


Estudar fora, conhecer novas culturas e aprender um novo idioma. Todo mundo sabe do plus que um intercâmbio cultural pode dar no currículo, mas na hora de decidir “para onde eu vou?”,  muitas dúvidas surgem. Por isso, que aqui vamos te ajudar e mostrar porque você deve considerar fazer um intercâmbio no Canadá.

Intercâmbio no Canadá: Como EconomizarSe levarmos em consideração a relação de países que mais recebeu brasileiros desde 2003 para realizar curso de idiomas, o Canadá está em primeiro lugar. Os dados da pesquisa “Mercado de Educação Internacional e Intercâmbio no Brasil, divulgada pela Belta, comprova isso, já que 91,3% das agências entrevistadas informaram que o país é o mais procurado, seguido por Estados Unidos e Reino Unido.

Mas por que o Canadá, um país frio, com temperaturas extremas no inverno, é o queridinho dos brasileiros que querem estudar fora? Na hora de decidir onde fazer intercâmbio, alguns fatores ajudam na escolha, além do estilo de vida, da segurança e das facilidades do destino escolhido, não há como negar que o QUESITO PREÇO também é muito importante e acaba influenciando muito na hora de bater o martelo para viver uma temporada fora do país.

Preço de intercâmbio no Canadá

E nisso o Canadá, se comparado aos outros países mais procurados como Estados Unidos e Inglaterra, é imbatível. O preço do dólar canadense é bem mais vantajoso que o americano e se pensarmos em libras esterlinas nem se fala, mas não é só isso, a carga horária dos cursos de intercâmbio somado aos gastos que o estudante tem diariamente no país, como moradia, alimentação e lazer, no fim das contas, na ponta do lápis, acaba sendo mais vantajoso.

Por exemplo, de acordo com a ILSC, uma escola com opções no Canadá e Estados Unidos o curso com carga horária semanal de 30 horas custa em Vancouver CND$ 295,00 semanais, já em Nova York USD 400,00 e São Francisco USD 360,00. Em Londres, na St. Giles International, o curso de 28 horas semanais, custa £ 333,00, lembrando que em Vancouver é dólar canadense, o que representa uma economia bastante vantajosa na hora de converter o investimento para Real.

Como se não bastasse ter preços mais acessíveis, quem escolhe fazer intercâmbio no Canadá, ainda leva de quebra, mais alguns bons motivos, ou melhor dizendo, ótimos motivos para optar pelo país, confira:

  • Canadá é considerado o 9° país mais seguro do mundo;
  • Segundo a ONU é o 8° país do mundo melhor para se viver;
  • Vancouver, Toronto, Québec e Montreal são cidades com infraestrutura espetacular e oferece tudo que estudantes e turistas precisam;
  • Se optar por Vancouver no verão, a cidade é rica em atividades de lazer, com praias, parques e outras opções de entretenimento, como casas noturnas e pubs, perfeitos para brasileiros. E o melhor com uma temperatura bem amena (cerca de 25°C);
  • Os canadenses estão muito acostumados com estrangeiros no país e são muito hospitaleiros, tanto que o relatório de 2013 “Competitividade no setor de Viagem e Turismo”, apresentado no Fórum Econômico Mundial, que também classificou a recepção que os países dão para brasileiros, o Canadá ficou em 8° lugar e adora receber estudantes;
  • Geralmente as aulas oferecidas pelas escolas de idiomas canadenses possuem carga horária superior a de outros países;
  • O Canadá é um dos países que mais recebem estudantes de outras localidades, é comum você encontrar, árabes, indianos, mexicanos, japoneses e coreanos por onde olha. Isso ajuda a ter contato com inúmeras outras culturas, além de treinar o inglês para outros sotaques;
  • E por falar em sotaque, o Canadá tem outra vantagem, o inglês deles não é tão formal quanto o da Inglaterra e nem tão “despojado”, se é que podemos falar assim, como o dos americanos. É uma mistura, o que também facilita o aprendizado com um toque europeu e com um toque americano, se tornando mais fácil entender o sotaque de um ou de outro.

 

Como economizar no intercâmbio?

Agora que você já pode considerar o país para a sua próxima viagem, algumas dicas preciosas que te farão economizar alguns dólares, seja para aproveitar o intercâmbio no Canadá para fazer umas comprinhas ou apenas para enriquecer suas economias:

  • Se organize com pelo menos seis meses de antecedência;
  • Faça vários orçamentos, mas sempre verifique a idoneidade da agência de intercâmbio;
  • Não esqueça de dar entrada em toda a documentação, como o passaporte e também o visto para o Canadá, mas só compre a passagem aérea depois que tiver com o visto em mãos;
  • Antes de fechar o curso, pesquise na Internet sobre custos de vida do país, valor com alimentação, atrações turísticas, etc. Isso ajuda você a se programar do quanto terá que levar para se manter no país sem nenhum apuro;
  • Cursos de curta duração, de 1 a 3 meses, a opção de ficar em casa de família (home stay) é vantajosa, mas você depois pode considerar alugar um apartamento com outros estudantes, muitas vezes sai mais barato;
  • Se quiser pagar mais barato evite as altas temporadas (geralmente nos meses mais quentes do ano e nas férias, como julho e janeiro). Optar em ir para o Canadá em maio/junho, por exemplo, é mais em conta.

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Especialista em Sistema Educacional Canadense e Vistos.

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br 

 


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >