Intercâmbio e imigração para o Canadá: É possível fazer os dois processos ao mesmo tempo?


Intercâmbio e imigração para o Canadá: Como proceder se durante o intercâmbio o estudante muda de planos e decide tentar imigrar para o país

Fazer intercâmbio no Canadá é sempre apontado como uma maneira inteligente de conquistar alguma experiência no país para depois aplicar para um processo de imigração, concorrendo com os pontos a mais conseguidos com a formação em curso universitário ou college e com o PGWP parte do programa, mas será que intercâmbio e imigração para o Canadá pode ser feito ao mesmo tempo?

Assim como os recursos financeiros suficientes, o estudante que pretende ingressar em uma universidade canadense, ou college, precisa atingir um nível de inglês satisfatório para acompanhar as aulas, interagir com os professores e alunos e para apresentar seus resultados nos testes e provas aplicados duramente o curso. No caso do college, ainda existe o Pathway para elevar a proficiência no idioma antes do início do curso, mas ainda assim há exigências quanto ao nível para ter a matrícula validada.

 

Intercâmbio e imigração para o Canadá, quais são as vertentes 

Muita gente ao chegar ao Canadá para colocar em prática a equação estudo+trabalho=imigração consegue uma evolução acima da média quanto ao idioma e network e passa a ver a possibilidade de mudança de plano, de adiantar o processo para aplicar no Express Entry e/ou em um PNP (programa provincial). Mas isso é possível?

Sim, mas cada caso é um caso.

Recentemente, divulgamos um panorama do primeiro ano de Express Entry baseado no relatório oficial do Governo do Canadá, onde notamos que os candidatos que acumulavam experiências canadenses ligadas ao estudo e trabalho abocanharam mais convites no pool do programa federal. Nesse mesmo texto, apontamos a importância da oferta de trabalho durante aplicação no EE e que pessoas que já estão no Canadá têm mais chances de serem contratadas, pois os custos para as empresas são menores, assim como o tempo de espera para contratação.

As vantagens não param por aí. Quem opta por aplicar para a residência permanente estando no Canadá acaba tendo mais chances de aperfeiçoamento do idioma de forma mais assertiva por meio de cursos especialmente voltados para estrangeiros que necessitam de um “intensivão” ou preparatório.  Outro ponto de grande ajuda é esperar menos para fazer os testes oficiais (IELTS General) no Canadá. É sempre válido consultar o tempo de espera para o teste no Brasil, houve tempos em que a fila chegou a seis meses.

Como nem todos dispõe de recursos financeiros, encarar a espera para os sorteios da imigração estando no Canadá é inviável, mas se houver condições para concluir o preparatório e o teste antes de voltar ao Brasil, já adianta o processo.

Entretanto, se houver necessidade de mudança de status de visto durante a estada no Canadá – mudar de visto canadense de estudo para visto canadense de turismo, por exemplo – também é possível sem que os processos interfiram um no outro.  O que o solicitante precisa é atender os requisitos quanto a comprovação de vínculos e recursos financeiros.

Para evitar surpresas desagradáveis quanto a comparação da expectativa x realidade de fazer os dois processos ao mesmo tempo (intercâmbio e imigração para o Canadá), antes de aplicar para o Express Entry sempre teste a elegibilidade na ferramenta oficial do Governo.

Seguindo a lógica dos perfis mais competitivos na piscina do EE, a experiência de trabalho conta preciosos pontos na aplicação. Esse é um quesito importante que deve ser levado em consideração pelo solicitante que pode não apresentar pontos suficientes no teste de elegibilidade sem esse quesito. Neste caso, repense se chegou a hora de investir na imigração.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe Tudo sobre o Canadá. Quer saber mais?

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br

 

 

 


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >