Imigração para o Canadá

Estar com o Inglês afiado é importantíssimo para o processo de imigração para o Canadá


A pontuação no Express Entry, os processos provinciais, as provas. Com as tendências do ano, estar com o inglês fluente  (ou francês, claro) abre boa vantagem na imigração para o Canadá.

Nunca foi tão urgente aprender inglês para os brasileiros. Os desafios do mercado de trabalho, a necessidade de falar com o mundo, o desejo de estudar o idioma no exterior com o plus adquirir novas experiências de vida… Estudando inglês se abre portas dentro e fora do Brasil, que confirme quem está desenhando o plano de imigração para o Canadá. Mas afinal, existe nível de inglês ou francês ideal para os PNPs (Provincial Nominee Program) e para o Express Entry?

Desde sua implementação, em janeiro de 2015, o Express Entry foi a porta de entrada para muitos estrangeiros que aguardavam em filas de processos provinciais há anos. Entretanto, dos mais de 112.700 candidatos cadastrados na ferramenta no primeiro semestre de 2015, cerca de 48.700 não tinham o perfil elegível, muito disso se deve a falta de formação superior, de experiência canadense e baixo nível no idioma.

 

O boom para quem quer entrar no processo de imigração para o Canadá

Aproximadamente 1.500 perfis surgem a cada semana no Express Entry e a tendência para 2016 é que o numero cresça, de acordo com o que acredita o próprio CIC. Uma tendência positiva nisso tudo é o aumento do número de convites para quem tem menos de 400 pontos, onde a maioria desses candidatos deve seguir a regra de ter uma oferta de emprego ou nominee da província para imigrar, embora um número considerável não apresente a oferta de emprego durante o processo.

Mas então o que todos esses candidatos que receberam convite têm em comum? Quem respondeu domínio no idioma acertou!

Para ter uma ideia, ter o domínio no inglês e/ou francês, garante até 160 pontos no geral dos 500 máximos possíveis no perfil aplicando com cônjuge. Já os candidatos a imigrar para o Canadá sozinhos podem chegar aos 136 pontos.

Obviamente, o idioma, assim como a formação superior (até 150 pontos (mestrado)), são pré-requisitos básicos para quem almeja ser competitivo na piscina do Express Entry, ou em um programa provincial, o privilégio cabe ainda para os estudantes que ingressaram em uma universidade ou curso pós-secundário canadense, preenchendo também o pré-requisito de proficiência no inglês, ou francês.

Agora, para quem está estudando inglês ainda no Brasil, vale salientar que o foco precisa ser em reading, writing, speaking e listening nos modelos dos testes oficiais, pois nos programas de imigração para o Canadá o resultado para a conversão em CLB (Canadian Language Benchmark) dos testes IELTS, CELPIP e/ou TEF (francês) precisa esta nivelada.

 

Como saber meus pontos no CLB são suficientes?

Para aplicar no Express Entry é preciso fazer o teste de elegibilidade para gerar o número de registro (personal reference code) que será inserido no perfil do MyCIC. Com a finalidade de “filtrar” candidatos, o teste de elegibilidade ajuda ao aplicante não só no processo do Express Entry, mas também no acompanhamento da sua evolução durante os 12 meses em que o cadastro no programa é válido, ou mesmo para uma prévia antes do preenchimento oficial, pois se houver investimento, certamente a pontuação aumentará. O que é particularmente positivo no quesito idioma e na conversão para o CLB.

Funciona da seguinte forma:

O candidato deve informar seus resultados no teste de proficiência do idioma no campo indicado no decorrer do teste de elegibilidade, ou, no caso de uma simulação as possíveis notas de acordo com suas capacidades em speaking, listening, reading, writing. Se o resultado for 34 para as quatro habilidades, a somatória será de 136 pontos, que convertidos resulta em Nível CLB 10. Da mesma forma funciona com o segundo idioma, mas se essa prova não foi realizada, basta escolher “none”.

Após preencher todos os dados que variam entre informações pessoais, acadêmicas e profissionais, a ferramenta gera o resultado para o candidato.

Quando o resultado é positivo, ou seja, o candidato é elegível, a ferramenta gera uma página informando os próximos passos a seguir no processo. Aos que não alcançaram a elegibilidade, são passadas informações de como melhorar o perfil.

Veja como são classificadas as notas de proficiência de idioma no Express Entry:

  • Nível CLB 4: 0 pontos
  • Nível CLB 4 ou 5: máximo de 24 pontos (casado) ou / 24 pontos (solteiro)
  • Nível CLB 6: máximo de 32 pontos ou / 36 pontos
  • Nível CLB 7: máximo de 64 pontos ou / 68 pontos
  • Nível CLB 8: máximo de 88 pontos ou / 92 pontos
  • Nível CLB 9: máximo de 116 pontos ou / 124 pontos
  • Nível CLB 10 ou mais: máximo de 128 pontos ou / 136 pontos

No site oficial do Governo do Canadá tem mais detalhes sobre o teste de equivalência de idiomas.

Os caminhos para alcançar a tão sonhada imigração para o Canadá são muitos e variam de caso para caso, do tempo, de investimento… Se quiser saber mais sobre isso leia as dicas que demos  no post Como imigrar para o Canadá? 4 dicas “alternativas” para você chegar lá! e Imigrar pela província é mais fácil que o Express Entry? Os programas Provincial Nominee Program e as vantagens de aplicar por eles.

Dedicar um tempo para estudar inglês é um dos mais valiosos investimentos dentro no planejamento de imigração para o Canadá, seja em um intercâmbio em 2016, ou em cursos pela internet.

 

 

Aqui você deseja saber mais sobre imigração?  

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre Visto para o Canadá, Como imigrar para o Canadá, Estudar no Canadá. Pergunte!

Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >