Qual a diferença do francês da França e o francês de Quebec?


O francês é o segundo idioma oficial do Canadá e tem suas particularidades e pegadinhas. Entenda algumas das diferenças do francês de Quebec.

Talvez o que mais assuste quem está iniciando o planejamento para imigrar ou estudar no Quebec seja o desafio com o francês québecóis, que muitos julgam ser totalmente diferente do idioma falado na França (um equívoco, quase uma lenda urbana), uma vez que o idioma é o mesmo. A principal característica que altera de um país francófono para outro, substancialmente, é o sotaque e algumas expressões criadas por aquele território. E é isso o que acontece com o francês de Quebec.

frances de quebec

O ritmo da fala é bem parecido, mas os québecóis tem especial talento por criar expressões, ressignificar palavras e encurtar outras.

Os fonemas québecóis são mais anasalados e abertos, isso altera pronúncias e exige de quem estudou francês de padrão internacional para se dar bem na França que “amoleça os ouvidos”. Da básica sílaba “in”, que na pronúncia francesa tem som de “ã”, e na québecóis sai como “én” até a invenção de expressões típicas do Quebec, o francês falado em Quebec City guarda suas particularidades que desafiam quem escolhe essa província para estudar no Canadá.

Curioso, mas nada surpreendente, o francês de Quebec recebe forte influência anglófona e isso se acentua em algumas cidades, como Montreal, por exemplo. Ao contrário de que muitos pensam, apesar de o Canadá ser reconhecido como um país bilíngue, na verdade, ele tem dois idiomas oficiais praticados em diferentes províncias ou cidades, ou seja, poucos canadenses são fluentes em inglês e francês ao mesmo tempo.

Vale lembrar que Quebec tem grandes universidades, muitas delas reconhecidas internacionalmente, o que atrai mais de 30 mil estudantes por ano à província. A Universidade de Montréal é a maior francófona do mundo e reconhecida pelos investimentos em pesquisas. Em Montreal o trabalho em inteligência artificial evolui a cada ano, o Google investiu quase 6 milhões de dólares no MILA (Montréal Institute for Learning Algorithms).

“Ah, mas com essa pompa toda, estudar em Quebec deve ser caríssimo! ” Ledo engano. Uma das bandeiras que a província sustenta é oferecer educação superior com os menores preços do Canadá sem nada a dever na qualidade. Além disso, Quebec tem ganhado fama por oferecer empregos para estrangeiros qualificados, ou seja, aqueles com formação superior, vide as recorrentes missões de recrutamento e oferta de bolsas de estudos divulgadas aqui no Brasil.

Falando em idioma e em quebrar barreiras sustentadas pela falta de proficiência… As escolas de idiomas desse lado francófono do país se esforçam para criar cursos cada vez mais atrativos que unam inglês e francês com turismo no Canadá, pacotes que explorem o que há de melhor em Quebec.

 

Algumas diferenças do francês québecóis, o francês de Quebec

Se está decidido que você quer estudar e trabalhar em Quebec, quer tentar as missões de recrutamento ou planeja fazer um curso de francês e inglês em Montreal, por exemplo, dependerá de alguma desenvoltura em francês para aproveitar mais a experiência, o que não impede quem pouquíssimo fala de imergir nos estudos ou explorar a cidade. É quando se fala em sotaque… que a coisa fica mais complexa.

Bom, dito isso, pequenos detalhes contam muito e são eles que fazem as diferenças entre o francês da França e do Quebec pesarem nos primeiros dias, nas conversas com os professores e colegas de curso ou na comunicação durante as férias. Ainda assim, vale a curiosidade de saber que expressões como Tu peux me vouvoyer (mais formal) e Tu peux me tutoyer (mais informal) são empregadas no dia-a-dia, de acordo com a conveniência, ambiente e pessoa com quem se conversa.

 

Veja expressões usadas em Quebec:

C’est plate: Uma coisa entediante, chata;

J’ai de la misère: Tenho dificuldade em; Tenho déficit em realizar…;

Là-dessus: Sobre isso; Em relação a isso…;

Pantoute (pas tu tout): De jeito nenhum;

 

Expressões que mudam no francês de Quebec

Conforme já comentado, o francês québécois tem uma característica forte resumir expressões e transforma-las em palavras cujo significado não é alterado. Os exemplos são muitos, mas listamos alguns bem usuais:

Je suis= chui= Eu sou

Je sais= chê!= Eu sei

Je ne sais pas= Che pas= Eu não sei

Je parle= j’parle (abafando o “e”)

Je no parle pas= j’parle pas (abafando o “e”)

En tout les cas= en tk (escrita)=De qualquer maneira (explicação), Em qualquer caso…

Et puis= pis= Então… (forma de ligar um raciocínio a outro ou dar continuidade)

Attends um peu= t’ends peu= Esperar um pouco

Regarde la= gard la= Olha lá! Veja!! (Apontando o sentido para olhar)

Bom matin= Bom dia

 

Expressões criadas no francês de Quebec

Expressões típicas da cidade de Quebec acabam sendo inconfundíveis para quem conhece um pouco do local. As influencias anglófonas ficam evidentes na charmosa mistura de palavras em inglês em meio a frases em francês, o mesmo acontece com novas palavras vindas da junção dos dois idiomas.

Ambitionner su’ l’pain béni = Ter vantagem, algo parecido com o “jeitinho brasileiro”

Tripper= Como se a pessoa “viajasse em algo”. Fulano “viajou” na música

Check ça= Olhe isso! (Apontar coisa que facilmente pode ser vista (nas mãos, próximo da pessoa))

Pas d’allure= Não faz sentido

Capoté= Achou incrível; curtiu muito

Awalle= Vamos!! (Forma de apressar para seguir a diante)

D’eguidine= Vá logo (similar ao Awalle)

Se pogner l’cul = Fazer nada

Je suis tanné = “De saco cheio”

Faire dur = Passar vergonha, pagar mico

C’est poche= Algo péssimo, que não vale a pena, “zuado”

Se prendre pour un autre = “Se acha”, metido, se acha superior

Est tu game= Você topa (aceita)?

Pas game= Não topa (aceita)

Pogner des filles = Pegar a mulherada

Mumune= Amarelou

Mets-en= Sinal que concorda com algo. Verdade! É mesmo!

Tiguidou! = Pode deixar! Tá certo (no sentido de combinado)!

Genre= Tipo… (Como se fosse uma ligação entre um raciocínio e outro)

 

Palavrões de Quebec

Esse item não poderia faltar, mas convém saber como usar essa informação, pois cada país caracteriza o significado dos xingamentos, assim como seu valor.

Tabarnak (tabernáculo, onde vai o cálice com a hóstia; o mais feio e ofensivo de todos os xingamentos) = Cara&*$% (Assim como no Brasil, é mais que um palavrão. Serve também como superlativo e imperativo)

Tabarouette e tabarnouche= Caramba!

Surpreendentemente, os palavrões falados no Quebec, em sua maioria, têm origem em elementos da igreja. Ainda assim, representam ofensas gravíssimas para os québécoises.

Crisse (Cristo); Viarge (Virgem (referência à mãe de Cristo)); Hostie, ostie (significa hóstia, e é um jeito muito comum de praguejar); Câlisse (cálice onde vai a hóstia; usado mesmo pra ofender feio).

Esperamos que com esse pequeno tutorial seus primeiros dias no Quebec, seja para estudar ou fazer turismo no Canadá sejam mais tranquilos em relação ao idioma. Obviamente, que nada substitui o treino diário in loco e a convivência com os canadenses e imigrantes, mas toda a informação na fase de planejar a viagem é de grande valia.

Conhece mais particularidades do francês québécois? Deixe sua colaboração nos comentários.

Deixamos aqui o link para esse vídeo bem interessante com a comparação entre o francês da França e do Quebec, onde os sotaques ficam bem evidenciados.

 

Quer ter acesso a um e-book com atividades ou atrações grátis para se fazer no Canadá? Consiga aqui

 

Saiba Mais:

Saiba como solicitar o visto de turismo para o Canadá

Se você vai estudar, saiba mais sobre o visto de estudante para o Canadá

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre o Canadá. Pergunte!

Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br

 


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >