Férias no Canadá: Posso entrar nos Estados Unidos com o visto canadense? 2


Este ano, muitos brasileiros vão realizar o sonho de visitar o exterior em uma viagem de férias no Canadá. Os preparativos de uma viagem internacional, principalmente a primeira, requer muita atenção aos detalhes, desde o visto até o orçamento. O Canadá tem atrações para preencher dias inteiros com passeios, mas a vizinhança com os Estados Unidos é uma tentação seja para compras ou apenas para colocar os pés na Terra do Tio Sam. Por isso, o viajante precisa estar atento e, além do visto canadense, providenciar o visto americano e assim evitar ser barrado na fronteira.

A mais famosa fronteira entre Canadá e Estados Unidos fica em Niágara, mas há outras tão encantadoras quanto, como por exemplo, as Mil Ilhas, localizadas ao sul da província de Ontario e que faz divisa com o território norte-americano pelo lado norte do Estado de Nova York. Entre os quase 9 mil km de fronteira entre Canadá e Estados Unidos – a maior em extensão do mundo – há outros encontros entre cidades canadenses e estadunidenses, ótimas oportunidades para um up grade na viagem ao Canadá.

Seja para quem planejou ir aos Estados Unidos atravessando a fronteira do Canadá, ou para quem vai fazer apenas uma escala, precisa ter o visto americano em dia. E para quem prioriza facilitar a vida o melhor é providenciar a documentação antecipadamente.

 

Visto canadense e visto americano 

Passar por dois processos de solicitação de visto para uma mesma viagem exige investir mais tempo, redobrar a atenção e pesquisar muito sobre a aplicação do visto americano e visto canadense, pois ambos são detalhados, têm prazos distintos e requer comprovação financeira e vínculos com o país de origem. As pessoas que querem aumentar a segurança na solicitação de visto podem e devem contratar um despachante de visto.

 

Para não errar durante as férias no Canadá: Voo para o Canadá com escala nos Estados Unidos exige visto americano?

O visitante que vai passar férias no Canadá, que terá uma escala de voo nos Estados Unidos com duração até 48hs e não pretende voltar ao país durante essa viagem, tem que providenciar o visto de trânsito americano (visto C-1), que é solicitado junto ao Consulado Americano. Já para aqueles que pretendem entrar nos EUA para uns dias de passeio durante a viagem ao Canadá, seja por via terrestre ou de avião, devem solicitar o visto americano de turista (Visto de Visitante B1/B2) e passar pelo processo de solicitação tradicional, aquele que inclui entrevista.

Em relação ao visto canadense de turista não muda nada na solicitação tradicional. O aplicante deve organizar os documentos, preencher os formulários e aguardar a resposta da Imigração do Canadá para saber da aprovação e envio do passaporte. Nestes links você saberá como como organizar os documentos para o visto canadense, e também sobre o passo a passo para solicitar o visto canadense.

Dicas: Atente-se aos prazos para a solicitação de visto, tanto o do visto americano, quanto do visto canadense. Faz parte da aplicação do visto para o Canadá, por exemplo, o envio do passaporte para o Consulado Canadense, então durante esses dias você não estará com este documento em mãos e ele é necessário para o dia da sua entrevista para o visto americano.

 

O que fazer nas fronteiras do Canadá com os Estados Unidos

Vamos para a parte divertida do texto que é o que fazer quando cruzar a fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos.

Fazendo compras nos Estados Unidos – apesar do dólar nas alturas, as taxas menores (cerca de 9% em NY) atraem muitas pessoas que apostam na variedade e fama dos outlets americanos e das lojas de eletrônicos. Cruzar a fronteira para fazer compras não é só isso. A experiência de alugar um carro e pegar a estrada é muito curtida entre os viajantes.

A viagem leva um pouco mais de uma hora de carro, mas pode adicionar, pelo menos, 40 minutos para averiguação dos policiais da fronteira. O trâmite é simples, inclui foto, colher as digitais e o pagamento de uma taxa simbólica para a emissão do seu visto terrestre que é válido para outras entradas nos Estados Unidos e deve ser grampeado no seu passaporte.

Férias no Canadá

Férias no Canadá: Niágara Falls

O roteiro básico de compras nos Estados Unidos que parte de Toronto rumo ao Estado de New York reúne muitas lojas, grandes marcas e muitas promoções. Mas não se desespere. Tudo isso é encontrado em centros de compras como Fashion Outlets at Niagara e Niagara Falls Boulevard, isso após atravessar a Rainbow Bridge. Outros locais como Walden Galleria Mall e a cidade de Buffalo garantem horas de ótimas compras. Basta ter disposição para andar e garimpar muito.

Walmart, Target, Bath na Beyond e Bed são lojas quase obrigatórias, sobretudo pela variedade de produtos e pelos descontos altamente competitivos.

Ver o contraste entre as Niagara Falls canadense e estadunidense pode ser considerado um atrativo. Apesar do parque no lado americano, a vista e os passeios do lado canadense de Niagara são reconhecidamente mais interessantes.

Cruzando a fronteira de trem por Montreal – Este certamente é um passeio inesquecível. São mais de dez horas de viagem por uma malha ferroviária ativa e de grande qualidade. Além do trecho Montreal – Nova York é possível percorrer Toronto – Nova York e Vancouver – Seattle.

Há quem diga ser essa uma entre as 10 viagens mais bonitas do mundo (isso virou até slogan de companhia ferroviária). As paisagens europeias canadenses e o que se vê da natureza deslumbrante pelas janelas dos vagões rendem belas fotos e muitas lembranças. Chegando em NY não é diferente, sobretudo se for a noite e a cidade estiver totalmente iluminada. Para comprar os tickets, acesse o site da Amtrak.

Com a viagem de ônibus de Burlington, em Vermont, também se chega ao Canadá, mas cidade faz fronteira com Quebec e o ônibus parte do aeroporto. Se a intenção é entrar por Montreal, acrescente aproximadamente uma hora de viagem.

Indo do Canadá para Seattle– Quem vai para Vancouver, pode encarar a ida aos Estados Unidos como um passeio. A praticidade para cruzar a fronteira – claro, com o visto em dia – aumentam muito as oportunidades de diversão com o plus de entrar nos Estados Unidos, ficar algumas horas e voltar para o hotel no Canadá.

Alugar um carro é muito comum para quem quer cruzar a fronteira para Seattle, mas o ônibus também é bem popular e leva cerca de 3h45min.

Para quem quer ir a lugares tipicamente americanos para comer dá para se satisfazer em Seattle. Cheesecake Factory, Starbucks (a primeira loja do mundo) e Outback são três chances de comer ao estilo americano.

As atrações em Seattle são variadas. A Biblioteca Pública de Seattle é uma visita obrigatória, mas não para por aí. O Mercado Público merece a exploração, com seus restaurantes, produtos frescos, lojas de artigos para colecionadores e o mercado de peixe. A torre Space Needle e o Seattle Center são ótimos lugares para ir com crianças, assim como o passeio de barco próximo a baía de Elliott.

Dica: ainda que esteja viajando com crianças ou é da “turma do lanchinho”, evite levar alimentos ou os consuma antes de chegar ao destino, pois não é permitido cruzar as fronteira portando esses itens.

Obviamente que existem outras maneiras de chegar aos Estados Unidos cruzando a extensa fronteira com o Canadá, por isso, a tentação é grande. Pensar nos detalhes práticos de uma viagem é evitar certos transtornos, como por exemplo, chegar no Canadá e querer dar um pulinho nos Estados Unidos e não ter o visto americano em dia. Contar com os serviços de um despachante de visto aumenta a segurança e diminui as chances de se perder nos prazos.

Tanto o visto americano quanto o visto canadense tem seus prazos de emissão que podem variar por muitos motivos. Antecedência, planejamento e organização ajudam nesta etapa.

Vai apenas visitar o Canadá? Veja sobre visto de turismo aqui>>

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre Visto para o Canadá e como Estudar no Canadá. Pergunte!

Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

2 pensamentos em “Férias no Canadá: Posso entrar nos Estados Unidos com o visto canadense?