eTA: e a história de que brasileiros podem ir para o Canadá sem visto? 2


Segundo comunicado oficial do CIC e do Itamaraty quem preencher os requisitos para o eTA, a partir de 1° de maio, pode ir para o Canadá sem visto

Já não é novidade a inclusão do Brasil no programa “Electronic Travel Authorization" (eTA). A especulação que começou em 2015 parece se concretizar no próximo dia 1° de maio, onde brasileiros com visto americano válido ou que tenham recebido o visto canadense nos últimos 10 anos poderão solicitar o eTA para entrar no Canadá sem o visto tradicional, aquele do detalhado processo que inclui comprovação financeira, de vínculos e apresentação de tantos documentos.

Rapidamente, o que é eTA?

É uma autorização eletrônica que agiliza e simplifica a entrada em país estrangeiro por via aérea. No caso do eTA para entrar no Canadá, ele elimina a necessidade do tradicional visto canadense de turista para cidadãos de alguns países que preencham alguns requisitos. A partir de maio, os brasileiros entram para o grupo junto com Bulgária, México (autorizados desde dezembro de 2016) e Romênia. O eTA também se aplica para trânsito e escala em aeroporto canadense.

Como aplicar para o eTA?

Todo o processo deve ser feito eletronicamente, online. Mas toda essa praticidade não significa automática resposta positiva em seu processo. Sempre é recomendado procurar ajuda especializada.

Mesmo apresentando elegibilidade, é preciso se atentar quanto a forma da aplicação para não errar e ter a autorização negada. O pouco que é exigido no eTA (passaporte, visto válido, etc) deve estar em mãos para o preenchimento do formulário todo em inglês, ou francês. A aplicação é feita de uma vez, sem a opção de salvar rascunhos ou edições após a finalização.

Como saber se tenho direito ao eTA? Tem como testar minha elegibilidade?

Os pré-requisitos são simples. Quem tem direito ao eTA precisa apenas:

1 - Ter um visto canadense emitido nos últimos 10 anos e que permita entrada por via aérea;

Ou

2 - Ter um visto americano válido.

 

Qual o tempo de processamento do eTA?

Alinhada à simplicidade do processo, o tempo para ter a resposta sobre a aplicação do eTA é muito rápida, em comparação com o processamento do visto canadense de turista. Em poucos minutos é possível receber o retorno, sendo diferente apenas em casos onde o CIC solicita documentos extras para confirmar a aplicação. O prazo para isso é de até 72hs inicialmente, podendo ser maiores de acordo com cada caso.

O eTA abrange outros países onde a isenção de visto já está em vigor:

  • Andorra
  • Antígua e Barbuda
  • Austrália
  • Áustria
  • Bahamas
  • Barbados
  • Bélgica
  • Cidadão britânico
  • British National (Overseas)
  • Cidadão britânico estrangeiro (re-admissível para o Reino Unido)
  • Cidadão do território britânico no exterior com cidadania por nascimento, descida, naturalização ou registro em um dos territórios ultramarinos britânicos de:
    • Anguilla
    • Bermudas
    • Ilhas Virgens Britânicas
    • Ilhas Cayman
    • Ilhas Falkland (Malvinas)
    • Gibraltar
    • Montserrat
    • Ilha Pitcairn
    • Santa Helena
    • Ilhas Turks e Caicos
  • Os com direito de residência no Reino Unido
  • Brunei Darussalam
  • Chile
  • Croácia
  • Chipre
  • República Checa
  • Dinamarca
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Alemanha
  • Grécia
  • Região Administrativa Especial de Hong Kong da República Popular da China, deve possuir um passaporte emitido pela RAE de Hong Kong.
  • Hungria
  • Islândia
  • Irlanda
  • Israel, deve ter um passaporte israelense nacional
  • Itália
  • Japão
  • República da Coreia
  • Letônia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • México
  • Mónaco
  • Países Baixos
  • Nova Zelândia
  • Noruega
  • Papua Nova Guiné
  • Polônia
  • Portugal
  • Samoa
  • San Marino
  • Cingapura
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Ilhas Salomão
  • Espanha
  • Suécia
  • Suíça
  • Taiwan, deve ter um passaporte ordinário emitido pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros em Taiwan, que inclui o número de identificação pessoal
  • Estados Unidos, residente permanente legal
  • Estado da Cidade do Vaticano, deve ter um passaporte ou documento de viagem emitido pelo Vaticano.

Como não pode faltar economia para evitar sustos no retorno da viagem, o e-book 99 atividades e atrações grátis no Canadá vai te ajudar muito a economizar no Canadá.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe Tudo sobre o Canadá. Quer saber mais?

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

2 pensamentos em “eTA: e a história de que brasileiros podem ir para o Canadá sem visto?