Estágio no Canadá

Estágio no Canadá: como e quando fazer?


Com a extinção do programa de estudo e trabalho para cursos de idiomas, em julho do ano passado, muitas pessoas se viram obrigadas a mudar de estratégia para conquistar um estágio no Canadá, partindo então para programas Co-op em áreas, como business, hospitality e marketing, por exemplo, ou concorrendo a bolsas nas universidades. Programas de agências de intercâmbio, programas canadenses, Ciências sem Fronteiras. O Canadá tem interesses na formação de jovens e na qualificação de quem vai ao país se aperfeiçoar profissionalmente.

Como é de se esperar, para cada tipo de estágio existe um perfil e características que vão muito além de ser remunerado ou não, um ponto que gera desconforto para alguns brasileiros.

 

Estágio no Canadá: como funciona em cada caso?

Os jovens estudantes de graduação ou mestrado que querem passar uma temporada no Canadá, com a oportunidade de aprender e aplicar seus conhecimentos em atividades, como pesquisas e desenvolvimento de projetos, em áreas como tecnologia, engenharia, ciências exatas e naturais podem participar dos processos seletivos nas universidades ou mesmo concorrer a bolsas em programas de estágios com várias instituições canadenses. Todos devem estar atentos aos calendários e oportunidades lançadas pelo Governo do Canadá. É o que acontece no Mitacs Globalink, um programa para estudantes brasileiros, australianos, chineses, franceses, sauditas, tunisianos e vietnamitas com duração de 12 semanas e despesas a cargo do programa.

Para o Mitacs o prazo de inscrição para o estágio em 2016 se esgotou em setembro desse ano, mas o que vale ressaltar é que as oportunidades existem e, mesmo para quem não pretende investir na busca de um emprego full time no Canadá, esses programas representam um up grade no currículo em nível mundial.

Outra forma de fazer estágio no Canadá é contando com a consultoria de uma agência de intercâmbio. O candidato precisa ter em mente que não existe vaga de estágio garantida, assim como a remuneração. O chamariz desse tipo de programa é o desenvolvimento do candidato dentro do ambiente de trabalho, a fluência do idioma e network. E esse deve ser o foco do candidato no estágio, até mesmo porque dificilmente essa experiência será prolongada com um convite de trabalho por conta da burocracia que as empresas canadenses enfrentam para provar ao governo que não encontraram um trabalhador nativo para aquela vaga, e também pela espera na mudança de status no visto para a permissão de trabalho. Esse programas costumam ter a duração de 6 meses.

A dinâmica para o estágio que faz parte do Co-op é muito semelhante a outros programas. As principais diferenças são em relação à duração do estágio no Canadá, que muda de acordo com a duração do curso, e a oportunidade de pleitear um estágio remunerado, que não é dado como certo, mas existe a possibilidade. Os programas de Co-op dividem ao meio o período de estudo e trabalho e tem duração a partir de 8 meses.

Para participar dos programas de estágio, quem vai aplicar precisa se preparar para essa nova etapa. Apesar de o mote ser aprendizado, aconselha-se que o nível de inglês seja intermediário, que tenha vivência profissional na área e boas notas na graduação. Nos programas de Co-op é preciso também um bom nível no idioma e bom aproveitamento do curso. Isso aumenta as chances na conquista do estágio no Canadá.

 

 

Quer saber mais sobre Visto de Estudante para o Canadá - Study Permit >>

Vai apenas visitar o Canadá? Veja sobre visto de turismo aqui>>

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe tudo sobre Sistema Educacional Canadense e Visto para o Canadá. Pergunte!

Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.

Escreva para nós aqui >