Economizar no Canadá - Dolares Canadenses

Dicas para economizar no Canadá 2


Enfim, a sonhada viagem ao Canadá vai sair do papel, mas gastar muito não está nos planos. O dólar mais barato, as experiências culturais, atrações turísticas para todos os gostos, belezas naturais, segurança e a qualidade de vida levam muitos brasileiros a conhecer este país todos os anos e com algumas dicas é possível economizar no Canadá, para quem sabe trazer na bagagem muito mais do que a experiência de uma viagem incrível, mas também alguns mimos e presentinhos para as pessoas que você mais ama.

Confira abaixo algumas de nossas dicas e inclua estas opções ainda enquanto estiver programando a sua viagem. O seu bolso agradece!

Como economizar no Canadá durante a sua viagem

Abra uma conta apenas para aquela viagem – Pode até ser um modelo poupança para fazer “aquele pé de meia” enquanto planeja a viagem, mas, ainda assim, a abertura de uma conta para todos os custos da viagem enquanto estiver no Canadá ajuda muito no controle dos gastos evitando aquela ressaca financeira na volta.

Cartões de fidelidade – Aqui no Brasil, a prática inventada pelas companhias aéreas americanas na década de 90, vem se tornando popular, principalmente quando a vantagem são descontos no ato da compra. Isso é um recurso que vai te ajudar a economizar no Canadá, ainda que sua viagem dure alguns dias.

Alimentação – Os fast food são realmente mais baratos, leves para o bolso, mas pesados para a digestão. Para não passar muita vontade e conhecer a gastronomia local escolha o restaurante, mas procure saber a diferença de preço entre o almoço e o jantar. Acredite, dá para economizar. Os buffets geralmente servem comida em porções generosas e com preços justos.

Como Economizar no Canadá

Como Economizar no Canadá

Lojas de conveniência cobram a mais pelo mesmo produto justamente pela conveniência de estar perto de você. No Canadá, os hipermercados são realmente completos com uma variedade enorme de comidinhas muito úteis para matar aquela fome no quarto do hotel. Procure lojas de C$ 1, a Rede Dollarama é muito famosa no país e vende de tudo desde petiscos  até lembrancinhas e produtos de higiene pessoal. Iguais a esta há inúmeras outros estabelecimentos.

Compre apenas o necessário no Brasil – Vai ao Canadá no inverno e está com medo das baixas temperaturas? Isso é normal. Mas não precisa sair comprando tudo por conta disso. Leve o básico e procure informações sobre lojas e outlets com promoções de inverno no Canadá. Se o lugar tiver inverno com frio extremo, vale a pena considerar os brechós (lojas conhecidas como Second Hands e Vintage Clothing) para roupas mais “pesadas!  que dificilmente serão usadas no Brasil, além do preço que normalmente é mais barato do que por aqui.

 O mesmo vale para botas de frio, gorros e outros assessórios necessários para o conforto nas baixas temperaturas canadenses.

TransporteAlugar carro ou usar transporte público no Canadá? Depende.

As condições para locomoção de carro ou de transporte público são ótimas e algumas bandeiras de cartão de crédito oferecem descontos em aluguel de carros e seguros viagem (vale muito a pena pesquisar sobre). Em Toronto, por exemplo, não tem pedágio e os metrôs, ônibus e bondinhos (streetcar) são facilmente utilizáveis, pois as linhas e viagens nesses transportes acontecem de maneira a manter os roteiros com horários combinados e intuitivos para moradores e turistas. Com o Day Pass (1 dia no final de semana para famílias de até 6 pessoas) , Cartão Semanal ou Cartão Mensal (Monthly Pass). A compra deste último ainda garante descontos em atrações turísticas e outras vantagens. Se comprar o token, passagem unitária, verifique a necessidade de baldeação (lá chamado transfer). Se precisar, retire já nas maquininhas das estações de metrô ou com o motorista do streetcar.

Lojas e outlets canadenses – Suponhamos que trazer malas cheias de compras esteja nos planos da sua viagem (sabemos que é a paixão dos brasileiros). Invista nesse planejamento, pesquise, anote e roteirize suas compras nas melhores lojas e outlets no Canadá.

Lojas de fábrica são uma ótima alternativa e podem ser facilmente encontradas em lugares como Orfus Road, em Toronto, mas atente-se: quando o assunto for compras no Canadá, disponha de um tempinho para pesquisar, evite comprar na primeira loja, a não ser que alguém já tenha te dado o “caminho das pedras”.

Outras lojas para comprar sem estourar os limites são LAWRENCE SQUARE, em Toronto (shopping perto da estação Lawrence West), WINNERS (rede de lojas). Em Vancouver o outlet New Westminster é de fácil acesso de ônibus e sky train, mas muita gente acaba preferindo descer para Seattle (EUA), que dá cerca de 3 horas de carro para quem está na cidade, mas neste caso é preciso ter o visto americano.

Atrações turísticas gratuitas ou com descontos – O Canadá abriga muitas riquezas que podem ser usufruídas gratuitamente: o multiculturalismo, a arquitetura urbana, as culturas provinciais, as mudanças nas paisagens a cada estação do ano. Mas é possível ainda estar em cartões postais e conhecer atrações turísticas pagando pouco, ou nada.

Casa Loma - Economizar no Canadá

Casa Loma - Economizar no Canadá

Prédios e Museus – é muito interessante fazer um roteiro onde as visitas aos museus sejam em horários onde a entrada é gratuita ou com descontos que podem chegar a 40%. Fazendo isso, dá para economizar alguns dólares e conhecer locais como a Casa Loma e o Ontario Science, ambos em Ontário e  que não oferecem descontos na entrada.

Entre de graça na Art Gallery of Ontario (AGO) as quartas-feiras das 6h até às 8h30 da manhã, no The Market Gallery, no St. Lawrence Market , com desconto no Royal Ontario Museum (ROM) as sextas-feiras das 4h30 às 8h30 da manhã, pague o que puder diariamente no Museu de Arte do Canadá Contemporânea (MOCCA) e as quintas-feiras no Bata Shoe Museum (museu do sapato), das 5h às 8h da manhã.

Em Montreal os festivais de música são um ponto forte no verão e primavera da cidade. As expressões culturais agregam uma experiência rica pela diversidade e tem muita coisa gratuita por lá.

Musée d’Art Contemporain de Montreal tem entrada gratuita toda quarta-feira das 17h às 21h, no mesmo dia e horário o Espace Création também é grátis, as quintas-feiras Canadian Centre for Architecture é gratuito após às 17h30. Não menos interessantes, as atrações com entrada sempre free não devem ficar de fora do seu roteiro: A Fundação para Arte Contemporânea DHC/Art, o Espace Création, o The Redpath Museum (dentro da Universidade MGrill), a prisão mais antiga da cidade Centre d’exposition La Prison-des-Patriotes, o Musée de Lachine’s (museu a céu aberto em St. Louis Lake e Lachine Canal. O percurso pode ser feito de bicicleta). O incentivo à cultura é grande no Canadá, por isso, na maioria dessas atrações existem meios de pagar pouco ou nada na entrada, basta pesquisar.

Use e abuse dos tours virtuais dos sites das galerias e museus, eles ajudam a dar uma ideia do que realmente vai atrair mais sua atenção na visita, isso poupa tempo.

Outras visitas que valem a pena para vivenciar a história do Canadá e conhecer um pouco mais da influência de países europeus quando controlavam alguns territórios, como a França ao Quebec, por exemplo. Os estilos arquitetônicos e localização de igrejas e catedrais falam muito sobre a cidade que se visita.

Parques e reservas naturais oferecem prática de esportes, passeios guiados, atividades para crianças e para curtir em família, cada um com sua gama de atrações e muitos deles com internet wi-fi gratuita (dá para postar tudo em tempo real).

Quando a decisão de viajar for tomada em coisas como: pacotes turísticos para o Canadá x Roteiro independente, dias e horários para comprar passagens aéreas mais baratas (e a forma de pagamento delas), quando usar o cartão de crédito, custo diário com alimentação, hotéis com café da manhã grátis e fazer listas de compras essenciais, de presentes e de “mimos” com os respectivos custos limite para elas, busque sempre fazer um PLANEJAMENTO, sem dúvida é a melhor palavra que combina com economia.

Tem alguma dica para compartilhar para economizar no Canadá? Adoraríamos saber. Deixe na caixa de comentários abaixo e ajude outros viajantes a fazer o roteiro das férias.

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Viajou para o Canadá gastando pouco e pode te ajudar como fazer o mesmo.

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br 


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

2 thoughts on “Dicas para economizar no Canadá