Dicas de como levar dinheiro para o Canadá 4


Escolher como levar dinheiro para o Canadá pode impactar diretamente no seu orçamento durante as férias ou intercâmbio canadense

Como levar dinheiro para o Canadá é uma das dúvidas mais frequentes ao partir para uma viagem de férias ou intercâmbio no Canadá. O orçamento é um dos pontos críticos para muita gente e lidar corretamente com o dinheiro ajuda a economizar e ter mais segurança quanto a perda de dólares.

Entre dias de diversão e ricas experiências em outro país não é difícil perder o controle do orçamento e quando isso acontece em moeda internacional o risco de transformar investimento em prejuízo é grande. Taxas de juros, impostos, variação cambial… O viajante munido de informações acaba tendo vantagem no planejamento financeiro e menos sustos no retorno ao Brasil.

 

Quais as melhores maneiras de como levar dinheiro para o Canadá

Dinheiro vivo – Levar dólares para o exterior é uma das formas mais tradicionais entre quem vai fazer turismo no Canadá. A sensação de ter mais controle com o dinheiro em mãos tranquiliza principalmente quem não quer se expor às variações cambiais em compra de dólares aos poucos no aeroporto ou em outros locais no exterior. Para levar dinheiro para o Canadá, se deve trocar o real por dólar turismo em uma casa de câmbio e arcar com a nova taxa de IOF a 1,1%.

  • Dica: Existe um equívoco relacionado a quanto dinheiro levar para o Canadá, principalmente quando vai fazer intercâmbio. Muito se fala que é permitido levar entre seus pertences o equivalente a CAD$ 10.000 canadenses e nada mais. Isso não é bem assim.

O que é exigido na realidade é que toda quantia de dinheiro que exceda aos CAD$ 10.000 seja declarada à fiscalização aduaneira do Canadá. No retorno ao Brasil, a declaração deve ser realizada junto à Receita Federal pelo site. O valor que fica isento para declarar é de R$ 10.000.

 

Traveller Check – Essa é uma as opções populares de como levar dinheiro para o Canadá. Intercambistas e turistas investem na compra do Traveller Check na casa de câmbio ou aquisição numa bandeira de cartão de crédito, como a American Express, por exemplo.

  • Dica: Muita gente usa a estratégia de comprar o Traveller Check apenas para garantir o cartão como forma de segurança em caso de roubo, perda ou descontrole no gasto de dinheiro em espécie. Na casa de câmbio, a quantidade mínima para comprar o cartão é de CAD$ 100 e basta pedir para alguém no Brasil depositar o que precisar usando seus dados.

A desvantagem entre o Traveller Check e o dinheiro em espécie é a cobrança de IOF em 6,38% na compra dos dólares no cartão.

 

Cartão de crédito internacional – Essa não é bem uma forma de como levar dinheiro para o Canadá, mas fazer compras e realizar pagamentos diversos com cartão de crédito internacional se tornou um hábito entre os brasileiros que vão fazer turismo no Canadá e em outros países. Além disso, existe a facilidade de poder bloquear o cartão em caso de perda ou roubo, evitando assim muitos prejuízos.

  • Dica: Apesar de estar no Canadá, a referência usada para as cobranças do cartão de crédito é do dólar americano. Ou seja, economizar no Canadá nem sempre é muito fácil pagando com cartão internacional.

A cobrança do IOF sobre cada compra/operação é outro fator que interfere negativamente nos seus gastos durante a viagem. A taxa de 6,38% pesa muito no resultado final da fatura, além disso, a maioria dos bancos converte o valor da fatura no dia do vencimento da fatura e não no dia da compra. Há casos ainda em que a conversão acontece no dia do fechamento da fatura do cartão de crédito.

 

Abrir uma conta em banco canadense As pessoas que vão fazer intercâmbio no Canadá contam com a facilidade e vantagens de abrir uma conta em um banco no Canadá. As vantagens são muitas e se destacam: a transferência de dinheiro, adquirir um cartão de crédito internacional com vantagens como isenção de seguros de saúde fora do Canadá ou de carros e criar seu histórico de crédito no Canadá para futuras compras de imóvel, carro ou fazer empréstimos, por exemplo.

 

Cartão pré-pago A oferta é grande e é interessante pesquisar bastante para evitar cair em ciladas.

  • Dica: A taxa de compra do cartão pré-pago é geralmente pequena, mas o IOF de 6,38% de imposto para depositar dinheiro nele acaba inchando seu orçamento.

Veja o que o cartão oferece de vantagem, se há isenção de taxa para depósito no cartão, se há chances de comprar em reais no Brasil e converter “os créditos” para as compras em dólares, se o dólar é comercial ou turismo…

Faça contas na ponta do lápis para variados cartões e com câmbio para o mesmo dia. A economia pode chegar a CAD$ 300.

 

A melhor forma para levar dinheiro para o Canadá

Essa fórmula é muito pessoal, mas vale sempre usar o bom senso e usar o que essas formas de como levar dinheiro para o Canadá têm de melhor.

A segurança e comodidade que o Traveller Check oferece são úteis para ter uma garantia em caso de gastar além da conta os dólares canadenses levados na viagem. Já tem compras específicas em que cabe usar o cartão e crédito, seja para parcelar ou para realizar o pagamento da fatura semanas após a viagem. Vai da necessidade pessoal.

Caso nenhuma das opções anteriores te apeteça, verifique quais bancos tem agências e realizam operações também no Canadá. Alguns deles são Itaú, HSBC e Citybank.

Vale lembrar também:

  • O risco de levar dólares para o Canadá é perder ou ser roubado ou furtado;
  • Mantenha os cuidados com seu cartão de crédito internacional. Não passe ou deixe terceiros ter acesso a sua senha.
  • Fique atento quanto às cobranças das taxas bancárias dos bancos canadenses para a transferência de dinheiro e manutenção da conta. Avalie se vale a pena transferir pequenas quantidades de dinheiro e arcar com a taxa, ou se vai usar boa parte dos serviços que o banco oferece cobrando as taxas. Nem sempre vale a pena para seu caso.

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe Tudo sobre o Canadá. Quer saber mais?

Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br


Alexandre Luis Pedrosa

Sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

4 pensamentos em “Dicas de como levar dinheiro para o Canadá

  • Klinger Ferreira

    Irei fazer com minha namorada um intercâmbio de 4 meses (3 curso e 1 para explorar a região) em Vancouver. Visto de turista, logo não vamos ter nenhuma renda. Mas não me sinto confortável em levar uma quantia alta em dinheiro. Qual seria valor mínimo ideal para um casal levar em dinheiro sem ser bombardeado na imigração com perguntas de como vou me manter com aquele dinheiro por 4 meses? Levar extratos das minhas contas bancárias para demonstrar na imigração seria válido?

    • Alexandre Luis Pedrosa
      Alexandre Luis Pedrosa Autor do post

      Klinger,
      O valor para tirar o visto é mencionado na listagem de documentos. Você pode levar o suficiente para passar um mês e cartões para poder comprovar que tem meios de pagar o restante. Extratos daqui não terão validade e nem o oficial entenderá, não é mesmo??

  • Luiz Henrique

    Irei ao canada no próximo mes e gostaria de saber se é mais interessante comprar dolar canadence aqui no brasil ou comprar la, pagando com dolar americano? Grato Luiz Henrique

    • Alexandre Luis Pedrosa
      Alexandre Luis Pedrosa Autor do post

      Luiz Henrique,
      Se você tem REAIS para comprar, melhor comprar aqui.
      Se você vai comprar dolar americano para depois lá comprar dolar canadense, você vai perder dinheiro nas duas conversões.
      Porém, sempre é bom ficar ligado nas cotações, ok?