Canadá

7 coisas que os brasileiros irão estranhar no Canadá 14


A sonhada viagem para o Canadá pode ser mais surpreendente do que você imagina. Morar ou visitar um país completamente diferente é um exercício diário, mas sem dúvida nenhuma, muito gratificante e a experiência vale a pena. Além de aprender a conviver com cultura e pessoas diferentes, a oportunidade será ótima para o amadurecimento e crescimento pessoal.

Já divulgamos aqui um texto sobre 7 coisas que você verá no Canadá e não tem no Brasil, falando sobre pontos positivos que, certamente surpreendem qualquer visitante brasileiro. Mas como nem tudo são flores há algumas coisas que nos trazem estranheza, e até certo incômodo, e é por isso que resolvemos escrever esta matéria como contraponto ao primeiro post.

Se adaptar a estas diferenças para alguns pode ser extremamente difícil, mas para outros, talvez não seja nenhum bicho de sete cabeças, porém é necessário, afinal, como vai passar um tempo por lá, terá que aprender a lidar com novas pessoas, costumes desconhecidos, leis e outros fatores que, a primeira vista, pode não nos parecer comum.

Adaptação no Canadá – pontos a serem considerados

  • Clima no Canadá

    Para quem está acostumado com o clima tropical brasileiro, ir para o Canadá no inverno pode ser bastante desagradável. Claro, que no começo tudo é novidade, a neve branquinha, a paisagem, etc., mas com o passar dos dias fica difícil até querer sair de casa, principalmente em regiões onde as temperaturas podem bater - 30° Para quem vai morar no país, se acostumar a tirar o gelo da porta, dos telhados e dos carros praticamente todos os dias não é uma tarefa tão agradável. Até sair de casa se torna um parto, mesmo com as roupas térmicas especiais para o período, acrescente luva, gorro, protetor de ouvido, cachecol, botas, calças e blusas, ufa... só de pensar já dá para imaginar que andar com tudo isso é um exercício de equilíbrio, e ao chegar há algum lugar (que é climatizado), já que todos os ambientes fechados possuem aquecedor ou sistema de calefação, é um tal de tira e coloca roupa, que só de pensar já cansa. Se aqui no Brasil já temos aquela preguicinha de levantar da cama no inverno, imagine lá? Entre meus amigos que moram no Canadá, o rigoroso inverno está entre as principais reclamações de quem vive no país.

  • Dificuldade de fazer amizade – O fato de os canadenses serem educados e solícitos com estrangeiros não quer dizer que ele vai te levar pra casa, ou que no dia seguinte quando te ver irá cumprimentá-lo com beijos e abraços, como se já te conhecesse há anos, como é aqui no Brasil. É difícil fazer amizade verdadeira com os canadenses, eles são mais fechados e reservados. Entretanto, quando te convidam para ir à casa deles, é porque já têm confiança suficiente para dar um passo a mais na amizade. De qualquer forma, beijos e abraços são para a família, não para amigos. Uma dica é prestar atenção ao redor e avaliar o comportamento das pessoas para não cometer nenhuma gafe.
  • Alimentação no Canadá

    - A alimentação também será um problema, já que os canadenses são acostumados a tomar sopa, comer cookies, bolos de fruta e muffins. Churrasco, arroz e feijão, pão de queijo e o café com leite com o tradicional pão francês, raramente farão parte do seu cardápio. O tempero é diferente! Não estranhe se você ver aquele bife suculento e ao experimentá-lo sentir um gosto agridoce na boca, ou ver aquela panela de arroz fresquinho, mas perceber que o ditado “unidos venceremos” faz jus ao prato, que além de tudo não costuma ser temperadinho com alho, cebola e sal. Para suprir estas necessidades, os fast foods mundialmente conhecidos existem. Mas, viver de lanche não é tão saudável assim. Então procure por um supermercado, há lugares que vendem coisas do Brasil, e recheie o seu armário e a sua geladeira, ou se preferir, e a saudade da comidinha caseira for grande, busque um restaurante brasileiro, eles não são muito baratos, mas dependendo do tempo que estiver fora, vale o investimento.

  • Emprego no Canadá

    Se a ideia é morar no Canadá porque a qualidade de vida e os salários são melhores, é preciso ter consciência de que não é tão fácil assim arrumar um emprego na sua área, mesmo que você esteja com toda a documentação regularizada. Além disso, por mais experiência que você tenha, é bem provável que comece por baixo. Apesar de o país possuir excelente infraestrutura, o custo de vida não é baratinho e os salários para quem está começando no país também não são mil maravilhas, claro, dá para sobreviver, mas é preciso ter disciplina financeira. Manter um bom relacionamento no país, participar de eventos e fazer um ótimo networking, podem ser alguns diferenciais para a consolidação profissional, mas é um trabalho de formiguinha. Ficar até mais tarde no emprego, não é muito bem visto pelos canadenses, que prezam por profissionais que “deem conta do recado”, no horário comercial e valorizam momentos de lazer e com a família.

  • Imigrar para o Canadá

    Apesar de a mídia divulgar constantemente que o Canadá quer brasileiros para trabalhar no país e que o sistema de imigração canadense, Express Entry, sofreu algumas modificações que desburocratizou (em partes) o processo imigratório, conquistar tal feito não é tão simples, várias são as exigências, como diplomas validados pelo Canadá, experiência profissional, convite de emprego, idade, fluência no idioma, entre inúmeros outras. Mesmo depois de conquistar o visto permanente, ainda tem a adaptação, as diferenças culturais e outras questões. Além disso, nem pense em ir de forma ilegal para trabalhar no país, se você for pego, com certeza esta porta nunca mais será aberta.

  • Jeitinho Brasileiro – Nem pense nisso! O famoso jeitinho brasileiro, se já não é bem visto aqui, imagina no Canadá. Lá as leis são bem severas e se tentar fazer algo fora da lei, por mais “inocente” que possa parecer, como furar uma fila, fumar ou beber em local proibido, pode render multas bem altas e, em alguns casos, até prisão. As diferenças são muitas. Alguns brasileiros terão dificuldades para se adaptar, mas vale ressaltar que a partir do momento em que decide passar uma temporada em outro país, sua cultura e regras devem ser respeitas e conhecidas.
  • Saudade – Para quem está acostumado a residir próximo à família e amigos e apenas fazer uma ligação avisando que está chegando para o café da tarde, morar em outro país te priva de tudo isso. Afinal, para matar a saudade, só com redes sociais e conversas de vídeo. Passar na casa dos amigos para tomar um vinho ou uma cerveja e fazer aquele delicioso churrasco no fim de semana, certamente não fará parte da sua rotina por um tempo. Então, procure sair, visitar pontos turísticos, conhecer bares, cinemas, etc. para ocupar o tempo e evitar a solidão. Buscar comunidades com brasileiros também ajuda bastante e faz lembrar um pouco mais do nosso país. Com certeza, esta experiência também será maravilhosa e te renderá boas histórias para contar da viagem.

Você que já foi para o Canadá nos conte qual foi a sua principal dificuldade de adaptação e como a superou. Será muito legal compartilhar a sua experiência com nossos leitores.

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Sabe Tudo sobre o Canadá. Quer ajuda? Escreva direto para o autor: alexandre@vistoparaocanada.com.br

 

 


Alexandre Luis Pedrosa

sobre Alexandre Luis Pedrosa

Já viajou pelo Canadá de ponta a ponta. Sabe tudo sobre o Canadá. Certificado pela Comissão de Turismo Canadense; Especialista em vistos, imigração e sobre o Sistema Educacional no Canadá e Consultor no setor de vistos para diversas agências e empresas do Brasil. Escritor de contos e do E-book "99 atividades e atrações grátis para fazer no Canadá". Um eterno apaixonado pelo Canadá.


Escreva para nós aqui >

14 thoughts on “7 coisas que os brasileiros irão estranhar no Canadá

  • Fernando Xavier

    Boa noite Alexandre,
    estou indo para o Canada cursar o college com permissão de trabalho, vou cursar Turismo e Hospitalidade, vi que vc é certificado pela Comissão de Turismo Canadense, com esse College eu consigo tirar esse certificado e atuar de forma mais abrangente no Canada?

    Obrigado

    Att,

    Fernando Xavier